TV da Philips tem imagem de cinema

Modelo Cinema, de 56”, tem proporção 21:9 para ficar parecido com a telona

• 29 de abril de 2010
Foto: Marcelo Kura
Avaliação
8.5 /10
13000.00 reais
[an error occurred while processing this directive]

nossa avaliação

prós Proporção de cinema, Wi-Fi embutido e widgets de internet
contras Contraste baixo e imagens levemente granuladas, em comparação com TVs de LED
conclusão Televisor com formato ousado e boa conectividade, mas preço de assustar

ficha técnica

  • 56"
  • LCD
  • 2.560 x 1.080 pixels
  • Contraste: 80.000:1 (dinâmico)
  • 200 Hz Clear LCD
  • Entradas: 5 HDMI, 1 vídeo composto, 1 vídeo componente, 1 D-Sub, 1 SVideo, 1 RCA estéreo, 1 óptica, 1 USB, 1 Ethernet e Wi-Fi
Cinéfilo que se liga em tecnologia fica decepcionado quando os filmes saem das telonas para o Blu-ray e precisam ser redimensionados para o padrão das TVs atuais, o 16:9. A solução para esse problema é simples: basta convencer toda a indústria a mudar a proporção dos vídeos e das TVs. A Philips tenta dar sua contribuição com o modelo Cinema 21:9, o mais widescreen dos televisores. Além de imagens bonitas, ele também se destaca pela conectividade. Tem Wi-Fi embutido e cinco portas HDMI. Mas o preço é uma verdadeira bomba para um LCD de 56 polegadas: 13 mil reais.

A novidade (que já não é mais tão nova assim, pois está no mercado europeu desde o meio do ano passado) vai chegar ao Brasil apenas no segundo semestre. Para amenizar a imagem de velha, ela terá um kit para conversão das imagens em 3D, que será vendido separadamente. Nas condições em que a testamos, sem o mencionado set-top box, a televisão tem na resolução de 2.560 por 1.080 pixels e nos widgets de internet seus principais destaques. Mesmo porque a qualidade das imagens não chega a impressionar e justificar seu preço.

Durante os testes do INFOLAB, os filmes exibidos na Philips Cinema mostraram cenas naturais, sem puxar para vermelho, azul ou amarelo. Essa é uma característica comum a quase todos os modelos da Philips, principalmente com sinal digital. No entanto, a TV fica devendo contraste, em comparação com televisores de LED. Os mais exigentes também notam imagens levemente granuladas quando se aproveita todo o espaço da tela, com o formato 21:9 ativado.

Gigante para todos os lados
TV conectada
Menus com cara de velhos


Guia de compras

///

Reviews relacionados

///

TVs

TV digital da Philips tem imagem quase real

25/11/2008

Modelo 42PFL7932D mostra cores vibrantes e tem aspecto natural

Review completo »
7.7/10
5299.00 reais

Comentários

///
10 Impecável. O produto é perfeito. Não há nada a ser melhorado.
9,0 - 9,9 Ótimo. Qualidade excepcional. É difícil, mas não impossível, aperfeiçoar alguma coisa.
8,0 - 8,9 Muito bom. Satisfaz as necessidades do usuário e é bastante superior à média do mercado.
7,0 - 7,9 Bom. Atende bem às necessidades do usuário, embora tenha alguns pontos fracos.
6,0 - 6,9 Médio. Seus pontos fortes superam as falhas e ele atende à maioria das necessidades.
5,0 - 5,9 Regular. Pode ser uma solução satisfatória para alguns usuários.
4,0 - 4,9 Fraco. Embora possa ser útil em algumas situações, o produto tem problemas substantivos.
3,0 - 3,9 Muito Fraco, As falhas são graves, anulando os eventuais pontos fortes.
2,0 - 2,9 Ruim. Não há atrativos a destacar; só pontos fracos.
1,0 - 1,9 Bomba. O produto é tão ruim que é difícil achar utilidade para ele.
0 - 0,9 Lixo. Você não deve aceitar esse produto nem de graça.