Com o GPS TomTom XL, é só sair dirigindo

Modelo é fácil de usar e permite baixar atualizações de outros usuários pela web

• 18 de maio de 2009
Foto: Marcelo Kura
Avaliação
7.8 /10
999.00 reais
[an error occurred while processing this directive]

nossa avaliação

prós Você mesmo pode arrumar os mapas e colocar tudo no site do fabricante. O aparelho é preciso e rápido ao traçar rotas
contras Mandou fazer um retorno em rua de mão única. Para realizar a manobra, seria preciso dar um cavalo-de-pau
conclusão Ótimo GPS para quem curte personalização, com navegação precisa

ficha técnica

  • 311 cidades navegáveis no Brasil
  • 1 024 MB (microSD)
  • Duração da bateria: 120 minutos
Quando você está perdido e tem um GPS na mão, nada pior que um menu confuso para complicar ainda mais a sua vida. E os aparelhos da TomTom, como o XL, são os melhores em situações assim. Tudo é muito fácil de operar, com ícones grandes e um teclado espertíssimo. Neste modelo, em especial, a fabricante achou um belo meio termo entre facilidade de uso e design bacana. Pela tela de 4,3 polegadas, você consegue visualizar detalhes dos mapas numa boa. Como a carcaça não é aquele trambolho, cabe direitinho no bolso da calça jeans.

O XL é um modelo intermediário da fabricante. Sua diferença em relação aos mais sofisticados, como o Go 920, é a ausência de mapas dos Estados Unidos, Canadá e Europa. Além disso, ele também não vem com kit veicular para FM, que faz o aparelho transmitir as músicas da memória para uma frequência disponível do carro. Mas, no aspecto da navegação, a coisa que mais faz falta é a função text-to-speech. Com ela, o navegador consegue falar os nomes das ruas quando você passa por elas.

Para felicidade geral, o recurso mais interessante da TomTom está presente no equipamento. Com o serviço Mapshare, você pode compartilhar com a comunidade todas as modificações que fizer no mapa. É possível corrigir a direção do tráfego em determinada rua, caso ela mude de mão, e também dá para editar nomes, velocidades limite ou bloquear vias indesejadas. A grande vantagem é que o usuário não precisa ficar esperando um ano até a fabricante disponibilizar uma atualização.

Apenas a edição dessas informações é manual, pois para fazer download ou upload de conteúdo, basta conectar o aparelho a um computador com acesso à internet. Automaticamente, ele baixa do site da empresa tudo o que os usuários enviaram para a base de dados. Há pouco mais de uma semana, a TomTom ainda melhorou esse recurso, com a criação de um banco de informações com radares. A atualização segue o mesmo princípio. Infelizmente, como o aparelho passou por aqui antes disso, ainda não pudemos ver a coisa funcionando.

Guia de compras

///

Reviews relacionados

///

GPS

GPS A800 é baratinho e estiloso

14/11/2008

Navegador da Altina se vira bem nas ruas, mas demora a pegar o sinal

Review completo »
6.9/10
540.00 reais

Comentários

///
10 Impecável. O produto é perfeito. Não há nada a ser melhorado.
9,0 - 9,9 Ótimo. Qualidade excepcional. É difícil, mas não impossível, aperfeiçoar alguma coisa.
8,0 - 8,9 Muito bom. Satisfaz as necessidades do usuário e é bastante superior à média do mercado.
7,0 - 7,9 Bom. Atende bem às necessidades do usuário, embora tenha alguns pontos fracos.
6,0 - 6,9 Médio. Seus pontos fortes superam as falhas e ele atende à maioria das necessidades.
5,0 - 5,9 Regular. Pode ser uma solução satisfatória para alguns usuários.
4,0 - 4,9 Fraco. Embora possa ser útil em algumas situações, o produto tem problemas substantivos.
3,0 - 3,9 Muito Fraco, As falhas são graves, anulando os eventuais pontos fortes.
2,0 - 2,9 Ruim. Não há atrativos a destacar; só pontos fracos.
1,0 - 1,9 Bomba. O produto é tão ruim que é difícil achar utilidade para ele.
0 - 0,9 Lixo. Você não deve aceitar esse produto nem de graça.