Guerra dos tablets: iPad 2 enfrenta Xoom

Comparamos o queridinho da Apple com a forte aposta da Motorola

• 12 de maio de 2011
Comparar o queridinho da Apple com a aposta da Motorola não é uma tarefa simples. O iPad 2 e o Xoom possuem características similares, mas também pontos bastante divergentes. Decidimos quebrar a cabeça e analisar todas as possibilidades para que você saiba qual é o melhor tablet para acompanhar o seu dia a dia.

Na batalha há muito mais em jogo do que se pode imaginar. O Xoom tem de brigar com o desejo que o iPad provoca nos consumidores, seja por ser o primeiro a espalhar pelo mundo a ideia dos tablets, ou mesmo pela adoração da Apple. Com isso, o pesadão da Motorola apostou em recursos. O hardware do Xoom é bem superior ao da Apple, dando inclusive um leque maior de possibilidade e liberdade de ação para o usuário. Característica própria ao Android Honeycomb (sistema operacional do Google).

Por outro lado, o iOS se mostra mais intuitivo e leve. Afinal, estamos falando de um sistema maduro, com bastante tempo de desenvolvimento e estrada percorrida. A quantidade de aplicativos das lojas, que já foi apresentada como o grande trunfo da Apple, não pode ser um parâmetro. Atualmente, os aplicativos que não são um desastre completo (existe uma gigantesca quantidade de lixo nas duas lojas) estão presentes para as duas plataformas. A tendência é que a Android Market ultrapasse a App Store em número de aplicativos num futuro muito próximo. Mas isso também não pode ser um critério válido. Mas, se sua necessidade é imediata, a maturidade e quantidade de aplicativos (principalmente revistas e livros) vão te levar ao iOS.

A Android chegou rompendo com os grilhões que o iOS possuía, como utilizar o aparelho como modem e navegação pela raiz de pastas. Até coisas mais simples, como escolher uma MP3 como toque do aparelho. Felizmente a Apple contornou esses problemas e tratou de se equiparar com o Google.

No cenário atual, o Xoom apresenta o hardware mais avançado e versátil, enquanto o iPad 2 traz facilidade com o sistema e design mais confortável. Manter o Xoom por muito tempo nos braços não é tão confortável.

Então o que é melhor?



Assim como na escolha de um smartphone ou notebook, o que deve ser avaliado (além do preço) é o uso que o produto terá. Se ele será uma plataforma multimídia, gerindo um media center ou outros dispositivos de entretenimento da casa, o Xoom é uma melhor opção. Além do sistema mais aberto, que permite executar aplicativos ao mesmo tempo de verdade (não de maneira disfarçada, como faz o iPad) e o protocolo DLNA saem na frente.

Outro ponto que coloca o tablet da Motorola à frente nesse quesito é a resolução da tela. Os 1.280 por 800 pixels do Xoom deixam os 1024 por 768 pixels do iPad 2 envergonhados. Mesmo com resolução menor, a tela do iPad gera opiniões divergentes no INFOlab. Por apresentar uma maior taxa de contraste e brilho, o resultado final parece melhor. Colocando as telas lado a lado, a atenção é voltada automaticamente para o iPad 2. Mas, para ver um filme ou uma imagem com mais definição, os pixels a mais do Xoom fazem sim diferença. A câmera de 5 megapixels, que faz vídeos em 720p a 30 quadros por segundo, também faz com que as fotos e gravações dos iPads pareçam ridículas.

Guia de compras

///

Comentários

///
10 Impecável. O produto é perfeito. Não há nada a ser melhorado.
9,0 - 9,9 Ótimo. Qualidade excepcional. É difícil, mas não impossível, aperfeiçoar alguma coisa.
8,0 - 8,9 Muito bom. Satisfaz as necessidades do usuário e é bastante superior à média do mercado.
7,0 - 7,9 Bom. Atende bem às necessidades do usuário, embora tenha alguns pontos fracos.
6,0 - 6,9 Médio. Seus pontos fortes superam as falhas e ele atende à maioria das necessidades.
5,0 - 5,9 Regular. Pode ser uma solução satisfatória para alguns usuários.
4,0 - 4,9 Fraco. Embora possa ser útil em algumas situações, o produto tem problemas substantivos.
3,0 - 3,9 Muito Fraco, As falhas são graves, anulando os eventuais pontos fortes.
2,0 - 2,9 Ruim. Não há atrativos a destacar; só pontos fracos.
1,0 - 1,9 Bomba. O produto é tão ruim que é difícil achar utilidade para ele.
0 - 0,9 Lixo. Você não deve aceitar esse produto nem de graça.