Apple iMac X Dell Studio One

Os desktops tudo-em-um mais desejados entram no ringue do INFOLAB

• 18 de janeiro de 2010
Foto: Marcelo Kura
De um lado, o clássico reformulado da Apple, agora com tela full HD e um mouse cheio de mágicas. De outro, a aposta da Dell para o futuro dos desktops domésticos, com touchscreen e tudo mais. Senhoras e senhores, preparem-se para um embate entre os dois micros tudo-em-um mais cobiçados: iMac e Studio One.

Testamos o modelo de 21,5 polegadas da Apple e o de 18,5 polegadas fabricado pela Dell. Ambos têm performance respeitável e destacam-se pelo formato compacto e bonito. O primeiro custa 4.699 reais, enquanto o segundo está saindo por 5.489 reais. E aí, vale a pena pagar tudo isso a mais pela interface sensível ao toque? Tire suas dúvidas nessa luta melhor de seis rounds.

Confira também os testes completos:
Apple iMac
Dell Studio One


Round 1: Configuração
Por dentro, os adversários são bastante parecidos. O iMac ganha no processador com 3 GHz, mas ambos têm 4 GB de memória e 500 GB de disco rígido. Entre Mac OS e Windows 7, é questão de gosto. Mas o leitor de Blu-ray do modelo Dell faz a diferença na pontuação: 8,6 a 8,3.

Round 2: Vídeo
A placa gráfica é exatamente a mesma nas duas máquinas: GeForce 9400, com 256 MB de memória dedicada. Mas o iMac vence de lavada nesse quesito por casa da resolução full HD e da belíssima tela iluminada por LED. 8,8 a 8,2.

Round 3: Áudio
Quase sempre imbatível nesse aspecto, a Apple também faz bonito para os ouvidos com o iMac. Os alto-falantes internos têm som alto e mais nítido do que o normal para a categoria. Já o Studio One apresenta poucas distorções. 8,5 a 7,8.

Guia de compras

///

Comentários

///
10 Impecável. O produto é perfeito. Não há nada a ser melhorado.
9,0 - 9,9 Ótimo. Qualidade excepcional. É difícil, mas não impossível, aperfeiçoar alguma coisa.
8,0 - 8,9 Muito bom. Satisfaz as necessidades do usuário e é bastante superior à média do mercado.
7,0 - 7,9 Bom. Atende bem às necessidades do usuário, embora tenha alguns pontos fracos.
6,0 - 6,9 Médio. Seus pontos fortes superam as falhas e ele atende à maioria das necessidades.
5,0 - 5,9 Regular. Pode ser uma solução satisfatória para alguns usuários.
4,0 - 4,9 Fraco. Embora possa ser útil em algumas situações, o produto tem problemas substantivos.
3,0 - 3,9 Muito Fraco, As falhas são graves, anulando os eventuais pontos fortes.
2,0 - 2,9 Ruim. Não há atrativos a destacar; só pontos fracos.
1,0 - 1,9 Bomba. O produto é tão ruim que é difícil achar utilidade para ele.
0 - 0,9 Lixo. Você não deve aceitar esse produto nem de graça.