GVT TV terá canais HD em todos os pacotes

Por Monica Campi, de INFO Online
• quinta, 15 de setembro de 2011
sxc.hu
Serviço de TV por assinatura da GVT será via satélite com interatividade via IP

São Paulo – A operadora GVT anunciou hoje detalhes de seu novo serviço de TV por assinatura, aliando-a ao conceito de casa conectada.

Segundo o presidente da GVT, Amos Genish, a TV por assinatura da empresa reforçará o conceito de casa conectada, pois o decodificador do serviço será o responsável por criar a convergência entre os dispositivos, possibilitando ver na TV os conteúdos que você possui no computador e vice-versa.

“Em dois anos, 75% do conteúdo da TV estará presente em outras telas. Este é o nosso conceito de anytime, anywhere [em qualquer lugar a qualquer hora, em tradução livre]”, afirmou Genish.

A TV por assinatura da GVT irá adotar um modelo híbrido, entre transmissão DTH via satélite (para programação regular) e IP (para vídeo sob demanda). É o primeiro serviço deste tipo no Brasil que utilizará este sistema, porém inicialmente será necessário contratar os pacotes de banda larga juntamente com os pacotes de TV.

Novidades

Entre os diferenciais apresentados pela empresa está a inclusão de canais HD (alta definição) em todos os pacotes, desde o mais básico. Atualmente, empresas como a NET e TVA oferecem canais em HD, porém somente em pacotes considerados Premium.

A GVT TV oferecerá até 140 canais (de vídeo) e mais 30 em HD, além de aplicativos interativos (como o do Twitter que permite comentar o programa enquanto o assiste), gravação de conteúdos, vídeo on demand (disponível para todos os pacotes) e sistema Timeshifting, que permite pausar qualquer conteúdo que estiver assistindo.

Sobre a programação de vídeo on demand, a GVT informa que irá disponibilizar cerca de 2 mil títulos entre filmes, séries, documentários e infantil, além de oferecer todos os lançamentos em HD. Os preços serão a partir de R$ 4,90 para conteúdos avulsos, mas haverá vídeos gratuitos e pacotes de assinatura.

Além disso, os pacotes também receberão a função Catch Up (Outra Chance), que permite visualizar programas que já passaram, mesmo que não tenham sido gravados. Os conteúdos ficarão armazenados durante um prazo determinado, e o usuário poderá vê-lo quando e quantas vezes quiser.

Outro serviço interativo será o Power Music Club, que foi lançado no final de 2010 em uma parceria com a Universal Music, e permitirá que o usuário crie listas musicais e de videoclipes para serem reproduzidas na TV.

A GVT também irá oferecer um sistema chamado Multiroom, que permite gravar um programa em um ponto da casa e assistir a programação a partir de outro ponto. Também será possível realizar buscas por um conteúdo através de palavras-chave como gênero, programa, ator ou atriz.

Planos e pacotes

Ao assinar o serviço, o usuário receberá uma antena (similar a da Sky) e um decoder simples. Caso opte por um aparelho que grave a programação, será necessário desembolsar R$ 29,90 mensais. Os pontos extras também terão a opção de decoder sem gravação, por uma mensalidade de R$ 24,90. Os decoders com gravação possuem armazenagem total de 500GB, sendo possível gravar até 500 horas de programação simples ou 150 horas em HD.

Serão 3 os pacotes que serão disponibilizados, com todos os canais abertos e programação em alta definição. O Super HD (R$ 59,90 mensais) terá 26 canais de vídeo e mais 5 em HD. Já o Ultra HD (R$ 89,90 mensais) virá com 45 canais e mais 9 em HD. E o Ultimate HD (R$ 129,90 mensais) que trará 72 canais e mais 14 em HD.

Haverá também pacotes a la carte, como os que agregam os canais de filme Telecine, da HBO, canais de esportes, canais internacionais, canais pay-per-view (lutas, futebol e filmes) e canais adultos. A GVT, no entanto, não confirmou qual será o preço adicional de cada um desses pacotes, que poderão ser adquiridos em conjunto a qualquer outro plano da TV por assinatura.

Porém, como informado pela empresa, para a contratação do pacote de TV será necessário também adquirir algum pacote de banda larga. A GVT afirma que com seu pacote básico de 5 Mbps já é possível usar o novo serviço, uma vez que o consumo de banda da TV não influencia na navegação web por utilizar canais diferentes de distribuição.

Mas nesta semana, antecedendo o lançamento da sua TV por assinatura, a GVT também anunciou um plano de internet de 35 Mbps por R$ 99,90 para aqueles que optassem por algum pacote de TV.

“Inicialmente somente nas regiões onde a GVT já opera seus serviços de banda larga é que poderão adquirir os pacotes de TV por assinatura, devido também ao nosso conceito de casa conectada. Mas é possível que daqui alguns anos possamos também ofertar esse serviço sem a necessidade da conexão IP”, explicou Alcides Troller Pinto, vice-presidente executivo da GVT.

Os pacotes de TV por assinatura estarão disponíveis em meados de outubro (possivelmente na segunda quinzena do mês) nas regiões atendidas pela empresa. Atualmente a GVT atende 106 cidades em todo o Brasil e planeja expandir para 180 cidades até 2016. Porém, como exige a contratação de um plano banda larga, usuários de capitais como São Paulo ainda terão de aguardar até 2012, quando a empresa deverá oferecer seus serviços.

Comentários

///