Impressoras 3D já são realidade no país

Por Maurício Moraes, da INFO
• terça, 14 de agosto de 2012

São Paulo - Sofisticadas impressoras 3D já são realidade no país. Com menos de R$ 2 mil, pode-se até construir uma e usá-la para fazer outra, para ser revendida.RepRaps

 

Um campeonato inusitado vai acontecer em breve. O estudante Henrique Rossi Altero e o escultor Kiko Azevedo estão organizando uma corrida de carrinhos, impulsionados por balões de ar. Coisa de criança? Mais ou menos.

Só vão competir veículos de plástico impressos por seus donos. Altero, um estudante de engenharia ambiental de 24 anos, e o artista plástico Azevedo, de 57, são donos de impressoras 3D. Eles têm como hobby fazer experimentos variados com as máquinas.

Recentemente, Azevedo fabricou um crânio de dinossauro e depois fundiu a peça. Altero planeja construir a maquete de uma estação de tratamento de água. Histórias semelhantes tendem a se repetir. Antes restritas a empresas e universidades, as impressoras 3D começam a se popularizar. O preço dessas máquinas despencou, nos últimos dois anos, no mundo e no Brasil. Muitas startups têm produzido versões de custo mais baixo e já é possível encontrar modelos por cerca de 4 mil reais. Quem tem habilidade manual pode até se arriscar a montar uma.

Por menos de 2 mil reais, é possível fazer uma impressora em casa e usá-la para fabricar outras para seus amigos – ou para revender. Tanto quem adquire uma pronta como quem se aventura a produzi-la pode fazer protótipos em poucas horas, sem sair de casa. Na prática, cada pessoa passa a ser dona de uma fábrica de inovação.

As impressoras 3D foram inventadas há mais de 25 anos, mas só recentemente se tornaram acessíveis. Segundo o professor Adrian Bowyer, da Universidade de Bath, no Reino Unido, o fim das patentes permitiu essa mudança. “As patentes estão expirando. Até pouco tempo, seus donos detinham o monopólio da tecnologia. Essas empresas quase não investiram em desenvolvimento e preferiram vender poucas máquinas, a preços altíssimos”, afirmou Bowyer a INFO.

Mas a reviravolta só se tornou possível por conta da RepRap, uma invenção de Bowyer. O modelo é uma impressora 3D de baixo custo, capaz de reproduzir todas as suas peças plásticas.

Comentários

///