12/02/2014 11h24 - Atualizado em 12/02/2014 14h53

Samsung lança seu primeiro Chromebook no Brasil por R$ 1.099

Divulgação
chromebook

Em parceria com o Google, Samsung lançou nesta quarta-feira (12) o seu primeiro Chromebook, um notebook que tem o chamado Chrome OS. Toda a navegação do sistema é baseada na internet e nos serviços do Google. Por exemplo, a maior parte do armazenamento não está disponível no HD do aparelho, mas nos 100 GB na pasta virtual Google Drive (gratuitos por dois anos) que o consumidor ganha ao adquirir o produto. 

O aparelho, que é fabricado no Brasil, chega ao mercado hoje por 1.099 reais e tem configuração intermediária, que deve ser o suficiente para rodar o sistema suavemente: processador Samsung Exynos 5 Dual (1.7GHz, 1MB L2 Cache), 2 GB de memória RAM, 16 GB de armazenamento, tela LED HD de 11.6' polegadas (1366 por 768p), Bluetooth, padrão Wi-Fi de alta velocidade, além de placa-mãe e chipset proprietários da fabricante.

“A diferença dos Chromebooks é que eles ficam melhores com o tempo, não é como o seu computador que vai ficando cada vez mais lento com o uso. Nos vamos atualizando o sistema e, por isso, os aparelhos não ficam para trás. Isso faz com que eles fiquem mais rápidos”, disse Felix Lin, diretor de produtos do Chrome OS.

Os Chromebooks fazem sucesso em lojas americanas porque normalmente são mais baratos do que os notebooks que têm sistema Windows. Nos Estados Unidos, eles são vendidos por valores entre 200 dólares (480 reais*) e 300 dólares (720 reais*), em média. A própria Samsung vende um Chromebook com configuração semelhante por 250 dólares (600 reais*).

Questionado por INFO sobre o valor do produto, o diretor de vendas de TI da Samsung, Tony Firjam, declarou que ele pode ser reduzido no futuro. “Com o tempo, atingindo uma boa escala de produção, o valor poderá ser um pouco reduzido. Mas  considerando o preço de venda no mercado americano, somando o valor das taxas de importação, o preço está condizente”

A Samsung não revelou o investimento feito para trazer o Chromebook ao Brasil, mas informou que busca trazer um notebook com Chrome OS com conectividade 3G, que já é vendido no mercado internacional.

A fabricante informa que autonomia de bateria do aparelho chega a seis horas e meia de uso moderado. Os programas que funcionam nesse sistema podem ser baixados na Chrome Web Store, uma loja virtual de aplicativos semelhante a Google Play. Há aplicações que também funcionam offline.

chromebook

O novo Chromebook é bastante fino e conta com espessura de 1,75 cm e 1.1 kg. A fabricante afirma que o “design sofisticado é semelhante ao de uma pequena pasta”. O público-alvo do novo produto no Brasil são os jovens que estão em constante movimento realizando tarefas relacionadas a trabalho, estudo e entretenimento.

"O brasileiro está cada vez mais conectado e a Samsung tem a missão de inovar sempre. O público consumidor de tecnologia de ponta é uma inspiração para nossa empresa", disse Paula Costa, diretora de mobile e TI da Samsung Brasil. ""Ele não é um notebook, não é um tablet, mas une características dos dois mundos."

Um ponto positivo do sistema é que o Chrome OS mantém seus aplicativos sempre atualizados, bem como o próprio software. Você não precisa se preocupar com upgrades e manutenção de antivírus, tudo é feito automaticamente.

"Estamos trazendo para o Brasil a categoria melhor sucedida do mercado americano. Em 2013, os Chromebooks representaram 21% do total de computadores portáteis vendidos nos Estados Unidos. Essa parceria com o Google garante ao consumidor brasileiro estar inserido nesta nova tecnologia", disse Firjam.

O Samsung Chromebook estará disponível a partir de hoje, 12 de fevereiro, em mais de 140 pontos de vendas no Brasil, bem como em lojas online.

Acer Chromebook – O novo notebook da Samsung não é o primeiro a rodar o Chrome OS. No final do ano passado, a Acer anunciou o Chomebook C7, vendido por 1.299 reais.  A configuração é semelhante em relação ao produto da Samsung.

Chrome OS – O sistema do Google para computadores é uma versão simplificada do Linux. Eles conta com o portfólio de aplicativos da Chrome Web Store, a mesma que oferece complementos para navegadores, bem como acesso a todos os serviços online da empresa, como Gmail, Google Docs, Maps, o próprio navegador Chrome, o Drive, entre outros. Basicamente tudo que está guardado no computador com Chrome OS está na nuvem.  

* Valores convertidos sem inclusão de impostos ou taxas.

Comentários

///