Site vende produtos reembalados por até 50% do preço

• quarta, 26 de junho de 2013 - 09h47
Divulgação
LiquidaeBruno Loiola: sócio e presidente da Liquidae, primeiro outlet brasileiro online de produtos reembalados

São Paulo - Durante o transporte de uma mercadoria pequenas avarias, como uma caixa amassada ou riscos, podem impedir que o produto seja vendido ao consumidor final. 

As fabricantes e distribuidoras evitam levar essas mercadorias às lojas e acabam recolhendo os materiais avariados, que têm um destino incerto. 

Uma opção para as empresas seria oferecer produtos reembalados ao consumidor, conhecidos como mercadorias “refurbished”, algo bastante popular nos Estados Unidos. No entanto poucas dispõem de um canal direto para este tipo de venda aqui no Brasil.

Em atividade desde novembro de 2012, o site Liquidae é o primeiro outlet brasileiro online especializado em vendas de produtos reembalados, que podem chegar ao consumidor com até 50% de desconto do preço original. 

Para chegar a tal desconto, a Liquidae obtém produtos de empresas de recondicionamento, diretamente dos fornecedores e até mesmo de grandes varejistas interessadas em dispensar mercadorias com avarias.

As fabricantes classificam cada avaria com uma intensidade distinta. Há problemas com caixas amassadas, avarias estéticas (como riscos) e produtos quebrados ou rachados. No entanto, a Liquidae afirma que não revende produtos com grandes avarias. 

“Só vendemos os menores avariados para não expor o cliente. Nós abrimos todos os produtos para verificar e testar a qualidade da mercadoria antes de colocá-la à venda em nosso site”, disse Bruno Loiola, sócio e presidente da Liquidae. 

Segundo Loiola, atualmente o site dispõe de 150 tipos de produtos. Os mais comuns são os eletroeletrônicos como TV, home theater, Blu-ray e linha branca. E há algumas opções de notebooks também. “Devemos receber um novo lote de celulares, mas esse tipo de produto é menos comum, pois as operadoras costumam revender mesmo com menores avarias”, afirmou. 

As mercadorias são enviadas para um dos dois galpões da empresa, localizados na zona leste de São Paulo. Todos os produtos que chegam são testados e classificados e podem ser distribuídos para qualquer região do Brasil. “Normalmente seguimos um checklist. Uma TV, por exemplo, leva um dia para ser testada. Conseguimos testar até 23 produtos de uma vez”, disse Loiola.

De acordo com Loiola, apesar da Liquidae abrir todos os produtos, as mercadorias continuam com a garantia de fábrica intacta. “Mas também oferecemos uma garantia nossa geralmente de 6 meses”, afirmou. 

Para expandir os negócios, Loiola afirma que pretende mudar a cultura do brasileiro e a insegurança de comprar mercadorias reembaladas no país, aumentando a variedade de produtos e oferecendo vendas por meio do smartphone. 

“Brasileiro gosta de oportunidades e preço. E nosso site é uma loja de oportunidades”, afirmou Loiola. A empresa estima que vá faturar R$ 3 milhões no primeiro ano de funcionamento e cerca de R$ 50 milhões em até três anos.

Últimas notícias de Extras

///

Comentários

///
+Comentadas
+Lidas
Últimas