Governo criará órgão militar de combate a crackers

Por Fabiano Candido, de INFO Online *
• terça, 01 de janeiro de 2013
Reprodução

São Paulo - O Brasil criará um novo órgão militar para prevenir ataques cibernéticos. Ele será coordenado pelo Estado-Maior das Forças Armadas e terá, ainda, a participação de civis.

O objetivo do governo é criar estruturas de inteligência para investigar possíveis ações criminosas contra a segurança pública através da internet. O órgão, por exemplo, terá a missão de proteger o país quando grupos de crackers tentarem derrubar sistemas vitais - como o de distribuição de energia elétrica, financeiro, entre outros.

O governo acredita que o Brasil, por causa do seu momento econômico, se torne cada vez mais um alvo dos grupos crackers. Por isso, o grupo terá especialistas em identificar e mapear os criminosos digitais e evitar que eles façam ataques que possam trazer prejuízo à sociedade.

Os engenheiros das Forças Armadas realizarão exercícios de simulação de combate a ameaças para colocar em prática os procedimentos e normas de atuação que serão fixadas a partir desta portaria.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, disse em discurso em outubro que uma das preocupações do Governo na defesa cibernética é sua aplicação durante eventos como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

* Com agências

Leia também

///

tags

///

Comentários

///