FBI prende cracker que atacou Sony

Por Monica Campi, de INFO Online
• sexta, 23 de setembro de 2011
Reprodução

São Paulo – O FBI divulgou a prisão do cracker Cody Kretsinger, 23 anos, que usaria o codinome “Recursion” e seria um dos suspeitos de atacar e roubar dados da página da Sony Pictures Entertainment (SPE).

De acordo com o FBI, o cracker seria integrante do grupo LulzSec e foi preso em sua casa na cidade de Phoenix, no Arizona. Além dele, outros quatro mandatos de prisão para membros do Anonymous foram expedidos nos Estados Unidos.

Entre maio e junho deste ano o grupo LulzSec teria atacado e roubado os dados da SPE, do Senado americano, CIA, entre outros. O cracker Kretsinger também estaria por trás dos ataques contra sites e serviços do governo federal brasileiro.

Segundo o FBI, o cracker preso teria utilizado técnicas de injeção SQL para atacar a página da Sony Pictures. A polícia também detalhou que o cracker utilizou serviços anônimos e Proxy para despistar as investigações, além de ter deletado todos os dados de seu disco rígido.

A prisão do jovem de 23 anos é a mais recente de uma série de prisões ligadas aos grupos Anonymous e LulzSec realizada pelo FBI em conjunto com a Scotland Yard (polícia federal do Reino Unido).

Até o momento 10 pessoas foram presas, sendo que algumas aguardam o julgamento em liberdade, incluindo os crackers de codinome Sabu e Kayla, que seriam líderes do LulzSec e Anonymous, respectivamente.

Comentários

///
+Comentadas
+Lidas
Últimas