Investimento-Anjo

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015 - 17:00

6 Acertos que os melhores empreendedores fazem para conquistar investidores

Conquistar investidores é um processo que exige não só talento e um mercado escalável validado, mas também muita dedicação por parte dos empreendedores. Entre as atitudes que ajudam a causar uma boa impressão e, quem sabe, até motivar os empresários a investirem no seu negócio está: ter sempre todo o material necessário em mãos; ter agilidade no retorno; e, principalmente, ter o pitch adequado na ponta da língua.
Você está em busca de investidores para fomentar o crescimento de sua startup? Então confira seis acertos que os melhores empreendedores fazem para conquistar investidores:
1- Perguntar se o investidor conhece o setor e se tem interesse em saber mais sobre sua empresa
Antes mesmo de começar a fazer o pitch, empreendedores de sucesso sondam ou até mesmo perguntam ao potencial investidor se eles têm interesse na área de atuação de sua startup. Além disso, é importante avaliar também o quanto ele conhece desta área.A partir das respostas, você deverá adaptar a apresentação levando-as em consideração.
Caso o investidor não esteja familiarizado com o setor, o pitch é adequado para explicar todos os pontos básicos, como principais concorrentes, público-alvo, etc. Já para o investidor que conhece e tem interesse no setor de atuação da startup, a apresentação é direcionada para pontos mais avançados, já que o profissional está contextualizado sobre o mercado.
2- Fazer follow-up periódico
Os melhores empreendedores não deixam o contato que tiveram com os investidores esmorecer com o tempo. O processo é simples: eles separam o grupo que disse ter interesse e fazem um follow-up periódico com estes profissionais.
Uma vez por semana ou a cada 15 dias, pelo menos, ligam ou enviam um e-mail para contar as novidades da empresa e fortalecer o contato. Eventualmente, eles propõem um encontro para que a conversa possa evoluir. Esta é uma forma de manter o relacionamento sem ser insistente. Lembre-se: persistência é bom e todo o investidor gosta. Porém, haja ponderadamente!
3- Ter todo o material de apresentação e planejamento pronto
O empreendedor de sucesso sabe que a imprevisibilidade faz parte do negócio. Por isso, ele está sempre preparado para um eventual encontro com investidores. Ou seja, ele tem pronto todo o material de apresentação, assim como o planejamento do seu negócio. Ao mostrar que estar preparado e fez a lição de casa corretamente, o empreendedor já sai na frente aos olhos do investidor.
4- Ser ágil nas respostas
Para conquistar os investidores, ter agilidade é preciso. Os melhores empreendedores respondem rapidamente às questões de quem pode investir em suas empresas, justamente para demonstrar que realmente possuem conhecimento sobre o assunto.
Quando os questionamentos são simples, devem ser respondidos, se possível, em até dois dias. Questões mais complexas podem levar, no máximo, uma semana. Quanto maior a agilidade demonstrada, mais confiança os investidores terão em você e, consequentemente, maiores as possibilidades de se interessarem pelo seu negócio.
5 -Escutar feedbacks
Bons empreendedores têm o costume de perguntar sobre o seu desempenho e de escutar feedbacks dos investidores, assim como avaliar o retorno que receberam. Esta atitude demonstra que você não somente sabe como aceitar críticas, como também está disposto a evoluir. Ponto para a sua startup!
6- Ter flexibilidade na negociação
Para conquistar os investidores é muito importante mostrar flexibilidade na hora da negociação. Isto quer dizer aceitar negociar condições e valores que sejam bons para ambos os lados e deixem todos satisfeitos com o fechamento do negócio.
Comece agora a aplicar estas dicas e aguarde um retorno satisfatório! Se você tem algumas outra para compartilhar, aproveite os comentários abaixo e complemente a nossa lista.

Se tiver alguma dúvida sobre este post, deixe um comentário. Se gostou e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.

web stats

Categorias

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015 - 17:00

Saiba como encontrar o mentor perfeito para seu negócio

Independentemente do tipo de negócio que você está começando, em algum ponto você terá que buscar um mentor. Na verdade, mais do que isso: o mentor perfeito para a sua empresa. Alguns itens devem ser levados em consideração para você acertar em cheio na escolha do profissional. Confira algumas dicas que vão ajudá-lo nesta busca:

 

Busque alguém que tenha vivenciado tanto sucessos quanto fracassos

O mentor perfeito é aquele que vivenciou as mais diversas situações em sua vida profissional, ou seja, alcançou sucessos, mas também passou por fracassos ao longo da carreira. Falhas são oportunidades para os empreendedores fazerem uma avaliação de seus processos, por exemplo, na construção de um negócio, podendo dar dicas valiosas do que funciona e o que não dá certo. Além de experiência de mercado, o mentor ideal é aquele que domina outros itens,como distribuição, investimentos e desenvolvimento de produtos.

 

É importante que ele tenha experiência em posições de liderança. Considere ainda a história do profissional, como ele começou e o que se tornou. A relação com mentores que têm uma história similar à sua costuma ser mais proveitosa, pois eles entendem exatamente o que você está passando naquele momento, já que estiveram na mesma situação. Insights especializados são muito valiosos.

Considere a experiência na indústria

Você deve selecionar o mentor perfeito baseado na vida do profissional. Por exemplo, se você quer liderar uma grande empresa de tecnologia um dia, então é inteligente escolher uma pessoa que seja um executivo de expressão nesta área. Por outro lado, se você deseja crescer liderando uma empresa de Relações Públicas, busque um mentor que já tenha ocupado esta posição na carreira para que ele possa dar dicas e conselhos pontuais.

Procure um profissional que tenha os mesmos valores que a sua empresa prega

Existem milhares de profissionais bem-sucedidos no mundo, no entanto, são poucos aqueles que compartilham dos mesmos valores e visão de mundo que você  - consequentemente, também de sua emrpesa. Certifique-se de escolher como mentor alguém com quem você possa realmente dividir a visão tem da empresa. Se você dá uma certa importância aos aspectos sociais ou ambientais, por exemplo, verifique a preocupação que o mentor possui também com estas questões. Caso o foco seja na eficiência e no crescimento sustentável, o perfil deverá ser outro e assim sucessivamente. É meio caminho andado.

Escolha uma pessoa que tenha uma grande rede de contatos

O mentor perfeito é aquele que tem um bom networking e que pode ajudá-lo a ter acesso a potenciais parceiros e investidores. Com uma rede de contatos sólida, bastará que ele faça as devidas apresentações para sua rede de contatos para que isso aconteça. Alguns empreendedores oferecem, inclusive, uma pequena participação em seu negócio, proporcional à dedicação que o mentor poderá dar.

O mentor perfeito é aquele que está alinhado com as necessidades da sua empresa. Ele precisa entender quem você é e onde quer chegar com o seu negócio. Quando as expectativas de ambas as partes são compartilhadas e estão em sintonia não tem como este relacionamento não render bons frutos para você e para sua empresa.

 

E você, o que busca em um mentor para o seu negócio? Como faz para buscar este profissional? Conte para a gente através dos comentários.

 

Se tiver alguma dúvida sobre este post, deixe um comentário. Se gostou e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.

web stats

Categorias

segunda-feira, 25 de agosto de 2014 - 17:30

7 Frases Imperdoáveis (VII)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

7 – “Seremos multibilionários se você investir em mim”

Apesar de ser importante mostrar que seu negócio vale a pena, não se pode demonstrar arrogância em suas palavras. Seja humilde e baseie-se em dados para convencê-lo de que vocês podem chegar ao sucesso juntos.

Lembre-se de que os investidores, na grande maioria dos casos, são muito experientes nesse tipo de negócio. Por isso, sabem avaliar com precisão quais serão as oportunidades boas ou ruins através de dados, bem como reconhecer discursos que não condizem à realizada. Caso o seu negócio não encontre um investir, reavalie as variáveis e faça um replanejamento!

Agora que você já conhece os 7 erros mais comuns aos empreendedores em apresentações de seu negócio para investidores, reavalie o seu pitch e leve em consideração as dicas aqui encontradas. Com o direcionamento adequado e um negócio realmente promissor, a sua proposta se tornará atraente!

E você, conhece algum outro erro comum nestas situações? Já passou por alguma experiência que lhe gerou aprendizado? Aproveite os comentários abaixo para compartilhá-las!

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

segunda-feira, 18 de agosto de 2014 - 17:30

7 Frases Imperdoáveis (VI)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

6 – “Meu negócio é o melhor do mundo”

A frase acima, na verdade, deve ser apenas servir como reflexão. Quando o empreendedor não confia no seu negócio, certamente seu discurso e até sua postura serão diferentes. É preciso convencer o investidor de que ele realmente pode confiar em você, e elevar as expectativas quanto ao negócio. Contudo, dizer que a sua empresa é ou será a melhor não é um argumento válido. Demonstre a ele o seu potencial e de sua empresa, ganhe a confiança dele e, certamente, você terá um negócio promissor com o aporte conquistado.

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

segunda-feira, 11 de agosto de 2014 - 17:30

7 Frases Imperdoáveis (V)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

5 – Contestar feedbacks sem embasamento para argumentação

O mais comum em uma reunião entre investidores e empreendedores são os constantes feedbacks passados. Afinal, é preciso levantar todas as informações possíveis e questionar aquelas que soam estranhas. Contudo, em alguns casos, é comum que não haja um acordo sobre estas argumentações entre as partes e, nestas situações, conflitos de interesses devem ser evitados – lembre-se que o seu interesse em tê-lo como investidor é, em geral, consideravelmente maior do que o inverso.

Quando isso acontece, é preciso mostrar ao investidor que você tem razão através de números e fatos, e não através de argumentos especulativos. Esta é uma relação de negócios, em que interesses compartilhados de sucesso é o que determina uma negociação. Por isso, se você não utiliza de embasamento real para estas argumentações, será muito difícil mudar a visão dos investidores, que podem ter outras empresas também sobre sua análise com dados comprobatórios que valide ser a melhor opção de negócio.

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 - 17:30

7 Frases Imperdoáveis (IV)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

4 – “Já temos clientes prontos para fechar, dependendo apenas do investimento”

Se o empreendedor já possui clientes ou negociações em fase final, o investimento definitivamente não seria um fator tão determinante e, por isso, o argumento é invalidado. Na maioria dos casos, infelizmente, esse tipo de discurso passa como um “blefe” para o investidor, já que eles possuem amplo conhecimento sobre o funcionamento do mercado. Além disso, há a possibilidade deste potencial financiador de sua ideia ainda interpretar que o empreendedor é inexperiente, o que dificulta ainda mais a geração de confiança na relação e, consequentemente, pode minar a empreitada.

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

segunda-feira, 28 de julho de 2014 - 17:30

7 Frases Imperdoáveis (III)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

3 – “Preciso de pelo menos 1 hora para explicar meu negócio”

É muito comum encontrarmos empreendedores que buscam apresentar os projetos e as próprias atividades já realizadas pela empresa em uma única apresentação. É preciso atenção, já que nem sempre o investidor terá tempo para ouvir tudo. Por isso, antes mesmo de elaborar o seu pitch ou slides, verifique qual tempo disponível ele terá para ouvir a sua proposta. O foco deve ser na qualidade das informações transmitidas e não na quantidade, por isso, saber quanto tempo você terá o auxiliará a definir o que, de fato, é indispensável para conquistar estes investidores a apostarem no seu negócio!

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

segunda-feira, 21 de julho de 2014 - 17:33

7 Frases Imperdoáveis (II)

Continuando o post anterior, segue mais uma das 7 frases imperdoáveis que não devem ser utilizadas em hipótese alguma:

2 – “Minhas projeções são conservadoras”

Pode soar como um discurso transparente e honesto para você, mas a verdade é que o investidor tem completa noção de que todo o negócio é muito difícil de ser construído. Desta forma, falar em projeções conservadoras pode, na maioria dos casos, ser interpretado por eles como um tentativa de mascarar a real situação ou, ainda, mostrar que o empreendedor subestime o desafio de construir um grande negócio.

Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.
web stats

Categorias

sexta-feira, 18 de julho de 2014 - 13:29

7 Frases Imperdoáveis

Expandir a empresa, investir em novos projetos, explorar novos mercados. Esses são os objetivos mais comuns entre a grande parte dos empreendedores. Para fazer o negócio crescer, no entanto, é fundamental garantir os recursos financeiros, que podem vir por meio de financiamentos, empréstimos bancários ou do próprio aporte de capital da empresa. Existe, ainda, a possibilidade de atrair a atenção de investidores para financiar essa nova empreitada, o que é mais frequente às startups promissoras.

Nesse caso, no entanto, é preciso apresentar um ótimo discurso de venda, além de pautar toda a relação com exímia transparência. É muito comum encontrarmos empreendedores ansiosos para receber investimentos de terceiros. Muitas vezes, inclusive, com boas propostas, porém, por desconhecimento, acabam cometendo erros na hora de apresentar o negócio para estes investidores potenciais. Por esse motivo, vou apresentar os 7 principais frases imperdoáveis que devem ser evitadas por qualquer empreendedor na apresentação a quem pode mudar o rumo de seu negócio . Confira neste post a primeira e acompanhe os próximos!

1 – “Com apenas 1% de Market Share, meu negócio já será bilionário”

Esse discurso pode parecer bonito, mas muitos investidores interpretam que um negócio com 1% do Market Share é irrelevante. Assim, ficamos entre duas possibilidades: ou o empreendedor errou na análise do seu mercado endereçável; ou subestima o seu próprio negócio.

 Se gostou deste post e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Se tiver alguma dúvida, deixe um comentário. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.

web stats

Categorias

segunda-feira, 16 de junho de 2014 - 17:00

A importância do Protótipo/MVP

Na hora de selecionar as startups que irão apoiar, os investidores-anjo se atentam a uma série de fatores que os assegurem de que seu investimento não será em vão. Para isso, apenas uma ideia que aparenta ser genial não é suficiente! Neste contexto, agora pelo lado do empreendedor, é comum a insergurança em relação ao que precisa ser apresentado para instigar este investidor-anjo a escolher pela sua startup.

Uma das grandes dúvidas, neste sentido, está relacionada à obrigatoriedade de a empresa ter ou não um Produto Mínimo Viável (MVP, Minimum Viable Product no original, em inglês). Não há uma resposta fechada para o fato de este item ser essencial, mas, em linhas gerais, a maior parte dos investidores prefere apostar em algo que vá além de uma ideia e demonstre o real potencial da empresa a ser investida.

MVP: a prova de que, às vezes, uma boa ideia não basta

O Produto Mínimo Viável, em uma explicação bem sucinta, é uma versão simplificada da solução proposta por uma startup a determinado mercado. Quando o MVP vem como uma versão inicial do seu produto, muitas vezes ele não tem certas features e melhorias que estão previstas para a versão final, focando apenas nas funcionalidades consideradas centrais para conquistar clientes.

Para o investidor-anjo, o MVP é importante porque, a partir dele, pode-se ter uma ideia da essência da startup a ser investida, bem como uma resposta antecipada do mercado sobre a solução proposta e o potencial que ela apresenta. Além disso, um bom MVP é uma prova da sua capacidade executiva, item essencial na avaliação dos investidores-anjo para a tomada de decisão se eles investirão ou não em sua startup.

Proposição de valor

Não há como falar em MVP sem mencionar proposição de valor da startup. Se a empresa a ser investida tem um Produto Mínimo Viável é porque já teve sucesso em um ponto: formular hipóteses a serem testadas para definir o seu cliente, além de outros aspectos relativos à proposição de valor.  Este é um ponto essencial porque é o que vai efetivamente  definir o que a companhia quer ser.  Não adianta uma empresa ter como inspiração aquilo que ela não pode alcançar.

Indicativo do que precisa ser melhorado

Quando a startup a ser investida tem um MVP, a companhia também consegue saber com mais clareza o que precisa ser melhorado em sua solução, já que os próprios usuários ajudam a analisar quais características funcionam e quais devem ser aprimoradas para que a empresa consiga alcançar sucesso.  Estes dados são importantes, pois o investidor-anjo consegue ter uma ideia mais concreta se a solução proposta– e a startup em si, claro – tem efetivas chances de prosperar e dar lucro.

MVP é fator de eliminação?

Ter um Produto Mínimo Viável ajuda a partir do momento em que a empresa investida tirou sua ideia do papel e demonstrou seu real valor. No entanto, este não deve ser considerado um fator de eliminação por si só. Existem empreendedores com histórias de sucesso que optam por  investir em um negócio diferente, em uma área diversa. Bom senso é sempre útil. Existem casos em que a startup não tem um MVP, mas conta em sua linha de frente com um empreendedor que já teve sucesso em outros negócios, independentemente do setor. Este é um indício de que o gestor tem capacidade gerencial e um bom indicativo de que este profissional tem um bom olho para negócios.

E você, já desenvolveu um MVP para a sua startup? Tem alguma dúvida sobre como fazê-lo? Compartilhe-as conosco através dos comentário. Podemos ajudá-lo com dicas preciosas que facilitarão o seu objetivo: conseguir investimento e fazer da sua ideia, um grande negócio!

Se tiver alguma dúvida sobre este post, deixe um comentário. Se gostou e deseja ser notificado dos próximos, você pode seguir com um leitor de RSS clicando aqui ou ser notificado por e-mail se inscrevendo aqui. Lembre-se também de compartilhar com seus amigos pelo Twitter, Facebook, Linkedin, etc. bastando clicar nos ícones acima do post.

web stats

Categorias

Página 1 de 712345...Última »

Fãs

///

Categorias

///

Tags

///
+Comentadas
+Lidas
Últimas