Rede social contra o Facebook entra no ar

Por Vinicius Aguiari, de INFO Online
• quinta, 27 de outubro de 2011
Divulgação

São Paulo – O Facebook é a rede maior rede social da atualidade, com 800 milhões de usuários. E ainda existem empreendedores dispostos a desafiar essa legitimidade.

A Unthink é a mais nova rede social que se propõe a competir com o serviço criado por Mark Zuckerberg, em 2004. O site entrou no ar ontem prometendo resolver os “velhos problemas de privacidade” do concorrente.

“Assim como todo o mundo está começando a reconhecer os problemas relacionados ao repasse de informações que assolam o Facebook, existe também as questões relacionadas ao interminável processo de redesign do produto, que transformou os perfis dos usuários em depósitos de publicidade”, ataca o Unthink em sua apresentação.

Estruturalmente, a rede social não inova. Assim como o modelo não atualizado do Facebook e atual da Google+, a Unthink mantém o avatar do usuário no alto da página à esquerda, com os amigos sendo exibidos logo abaixo; o fluxo de notícias na coluna central; e ainda mantém uma terceira coluna para apps e para a exibição de um patrocinador.

Essa seria a grande aposta da UnThink: em vez de exibir uma série de anúncios ao usuário, o cliente escolheria uma marca, a qual ele tem afinidade, para patrocinar sua página. Quem não quiser ser “patrocinado” poderá pagar US$ 2 por ano para acessar o serviço. Este é um modelo de negócio novo para uma rede social, entretanto, ele ainda precisa provar sua eficácia.

Para entrar no ar, a Unthink contou com um aporte de 2,5 milhões de dólares do fundo Douglas Bay Capital e tomou cerca de quatro anos de desenvolvimento. A rede social está aberta para cadastro de novos usuários de todo o mundo.

 
 

Comentários

///
+Comentadas
+Lidas
Últimas