Quatro ideias para ganhar dinheiro na internet

Por Paula Rothman, da INFO
• quarta, 29 de agosto de 2012
Getty Images
Internet oferece dezenas de oportunidades para ganhar dinheiro

1 - Ganhe dinheiro com vídeos - Seja ensinando a cozinhar, programar ou simplesmente falando da vida, dá para ganhar dinheiro com vídeos na web. Com mais de 800 milhões de visitantes por mês, o YouTube oferece a plataforma mais estruturada para quem quer investir no ramo. Seu Programa de Parcerias foi criado em 2007 e funciona como uma folha de pagamento para mais de 30 mil membros cadastrados em todo o mundo. Os canais que atraem grande audiência podem ser convidados ou se candidatar para passar a exibir anúncios e, assim, receber mais de 50% da renda arrecadada com eles.

“Para ser parceiro basta ter vídeos populares, com conteúdo próprio, original e que não viole direitos autorais”, explica Bibiana Leite, gerente de parcerias online do YouTube para América Latina.  O pagamento depende da quantidade de anúncios veiculados e de quantas vezes eles foram assistidos. O site não divulga números oficiais, mas estima-se que cada mil visualizações rendam entre um e três dólares ao dono do canal.

Outros sites também têm sistemas parecidos que remuneram quem produz conteúdo. No Break.com, um vídeo selecionado para a home pode render a partir de 200 dólares.  Já o UVioO.com paga para quem divulgar o material do site nas redes sociais – quanto mais cliques obtidos a partir do seu compartilhamento, mais dinheiro.

Dicas para começar no Youtube: - Capriche nas palavras-chave para descrever o vídeo. Facilita as buscas no YouTube e Google.  - Preste atenção nos comentários e interaja com os usuários. - Saiba mais e se inscreva no Programa de Parceria youtube.com.br/partners. - - É sempre bom ser original mas, se quiser se inspirar, confira os vídeos mais populares em  youtube.com/charts.

2 - Ganhe dinheiro com fotos - Quem é bom nos cliques pode criar uma página para vender suas fotos ou se cadastrar em alguns dos grandes bancos de imagens da web. Mas atenção: a maioria não aceita trabalhos com cara de amador.

iStockPhoto: Criado em 2000, o banco de imagens gratuito passou a cobrar por seu conteúdo no ano seguinte. Mais conhecido por suas fotos, ele também armazena vídeos, logos e ilustrações para venda. O site paga 15% do valor ao dono do material, mas pode chegar a 45% se a pessoa for membro exclusivo (não fornecer para outras plataformas). Outra vantagem é poder entrar para a lista de fornecedores do Getty Images, um dos maiores bancos virtuais. Para ser membro do iStockPhoto, no entanto, é preciso fazer um cadastro e ser aprovado, submetendo três peças para avaliação.

últimas notícias de Extras

///

Comentários

///

Whitepapers

///