Injeção poderá acabar com fobias

Por Paula Rothman, de INFO Online
• terça, 23 de março de 2010
Wiki Commons
Já pensou acabar com seus medos com apenas uma injeção?

SÃO PAULO – Claustrofobia, pavor de baratas ou pânico de lugares altos... Afinal, qual é o seu medo?

O que quer que desperte este sentimento em humanos poderia, em breve, ser controlado com uma simples injeção.

É o que indica uma recente pesquisa feita no Japão que conseguiu inibir o medo em peixinhos dourados. O trabalho, publicado na Behavioral and Brain Functions, sugere que isso pode ser realidade um dia também em pessoas.

Masayuki Yoshida e Ruriko Hirano, da Universidade de Hiroshima, condicionaram peixes a ficar com medo de um flash de luz. Toda vez que a lâmpada era acessa, eles recebiam um leve choque – passando a associar o brilho à dor. O medo era comprovado pela diminuição dos batimentos cardíacos, a resposta do animal à sensação, e acontecia sempre que a luz era ativada – independentemente de receberem ou não o choque.

No entanto, os pesquisadores notaram que os peixes que receberam uma injeção de lidocaína no cerebelo tiveram seus batimentos estáveis e não mostraram sinais de medo quando a luz era ativada.

O cerebelo é uma área do cérebro que, acredita-se, está envolvida no desenvolvimento dos nossos temores. Nos animais, o efeito da lidocaína é temporário e eles voltavam a sentir pavor quando o efeito passava.

O estudo em peixes permite entender mais dos processos químicos e biológicos que levam ao medo e, quem sabe, contribuir para a criação de uma espécie de injeção contra fobias. Os pesquisadores só não explicam o que será feito com pessoas que têm medo justamente de agulha....

Comentários

///
+Comentadas
+Lidas
Últimas