Zoológico de Washington revela sexo de bebê panda

Por
• quinta, 05 de setembro de 2013 - 14h38
©afp.com / Courtney Janney
panda

Washington - O zoológico de Washington revelou nesta quinta-feira o sexo do bebê panda nascido no fim de agosto: "É uma fêmea!", indicou.

A segunda cria nascida em agosto da panda Mei Xiang, e que morreu devido a graves problemas de desenvolvimento, também era uma fêmea, afirmou o Parque Zoológico Nacional em Washington, administrado pela Instituição Smithsonian.

Cientistas do zoológico utilizaram dois exames genéticos a partir de uma proteína, um deles desenvolvido na China e outro na instituição, para estabelecer o sexo do bebê, disse em um comunicado.

Um teste de paternidade demonstrou que o pai da pequena ursa panda, concebida por inseminação artificial, é o macho do zoo de Washington, Tian Tian.

Mei Xiang foi inseminada com o sêmen de Tian Tiang em um primeiro procedimento e também com o sêmen do panda do zoológico de San Diego, Gao Gao, depois de não conseguir engravidar naturalmente de Tian Tian.

As crias de Mei Xiang eram gêmeas. A que sobreviveu nasceu em 23 de agosto, enquanto sua irmã falecida veio ao mundo um dia depois, no dia 24.

O zoológico de Washington, seguindo a tradição chinesa, esperará 100 dias depois do parto para batizar a pequena ursinha panda.

O recinto onde se ela encontra, fechado no dia 2 de agosto para dar privacidade a Mei Xiang, será aberto após um novo aviso, mas é possível observar os ursos panda por webcam:

(http://nationalzoo.si.edu/animals/webcams/giant-panda.cfm).

Em setembro, Mei Xiang já havia dado à luz uma fêmea, mas a pequena morreu seis dias depois por um problema hepático.

Os pandas gigantes são uma espécie em risco de extinção: restam apenas 1.600 em liberdade na China e 300 em cativeiro em todo o mundo.

Comentários

///