terça-feira, 17 de agosto de 2010 - 18:41

Os ligres: filhotes de leão com tigre

No domingo, uma tigresa em Taiwan deu à luz três filhotinhos bastante peculiares (um deles, infelizmente, não sobreviveu e morreu logo depois do parto).

O que torna os pequenos tão especiais é que seu pai é um leão – e eles são, portanto, ligres.

O nascimento aconteceu em um zoológico particular, o “World Snake King Education Farm”. Segundo o proprietário, que deu uma entrevista à AFP, o leão e a trigresa eram mantidos na mesma jaula desde filhotes sem que nenhuma tentativa de acasalamento tivesse sido notada.

A gravidez da fêmea teria pego todos de surpresa mas, nem por isso, as autoridades do país deixarão de tomar medidas contra o zoo. É que existem regras para o cruzamento em cativeiro de espécies selvagens – e a multa por desrespeitá-las, e realizar cruzamentos sem aprovação das autoridades, por ser de US$1,600.

Como o caso ganhou a atenção mundial da mídia, fui pesquisar e descobri alguns fatos curiosos. Por exemplo, os “ligres” são fruto do cruzamento de um leão macho com uma tigresa. O contrário, uma leoa e um tigre, geraria o chamado “tigreão”. A nomenclatura em si já diz um pouco das diferenças desses dois animais: enquanto os primeiros têm mais características de leão (apesar dos pelos com algumas listras), os segundos são muito mais parecidos com os tigres.

Além disso, os ligres também tendem a ser maiores do que seus pais, enquanto os tigreões podem ser menores ou, no máximo, do mesmo tamanho deles.

Outro fato curioso é que esses híbridos são, na maioria das vezes, estéreis. Na verdade, entre todos os casos já reportados, algumas poucas fêmeas mostraram-se férteis – e, portanto, capazes de ter filhotes. Nenhum macho fértil, ligre ou tigreão, jamais foi encontrado.

Vale dizer também que essa mistura só acontece em cativeiro já que, na natureza, tigres e leões não costumam se encontrar para essa finalidade…

Ah.. ainda nas pesquisas por aí me deparei com outros híbridos curiosos:

- Cama: camelo+ lhama

- Zebroide: o cruzamento de uma zebra com qualquer outro equino (geralmente cavalo ou, neste caso, um burro)

Categorias

Tags

Comentários

///

Fãs

///