quarta-feira, 9 de setembro de 2009 - 19:53

Extensões do Chrome já ameaçam Firefox

O sistema de extensões do Google Chrome está praticamente pronto. Falta muito pouco para o navegador ter a maior vantagem competitiva do seu rival, o Firefox.

Em post publicado nesta quarta-feira (9) no Chromium Blog, o engenheiro de software Aaron Boodman anunciou que todos os usuários da versão para desenvolvedores do browser (4.0.206.1) já podem instalar os complementos. Antes, era preciso adicionar a expressão –enable-extensions no final da área “Destino” do atalho do programa. Cada nova versão do navegador também provocava um pandemônio para quem se arriscava.

Agora, no entanto, o Google terminou de definir como os complementos devem funcionar. Acabou de ser publicada toda a documentação que traz as instruções para programadores que quiserem criá-los. Falta finalizar a interface de gerenciamento – ela foi melhorada, mas ainda está meio crua. Por enquanto, a página só pode ser acessada por meio do endereço chrome://extensions. Também é necessário criar um diretório nos moldes do que existe para o Firefox.

Mesmo sem estar completo, o sistema do Chrome já tem estimulado a criação de dezenas de extensões. Alguns bons exemplos foram inclusive citados em um post anterior aqui no blog (atenção: nesse meio-tempo, um ou outro deixou de funcionar). O site Chrome Plugins traz várias opções, algumas delas muito úteis.

É bem provável que a novidade faça com que muitos adeptos do Firefox o abandonem de vez. Afinal, tirando as extensões, o que é que o browser da raposa queimada (ou panda vermelho, para os íntimos) tem que o Chrome não tem? Quem quiser testar os complementos pode baixar a versão 4 do Google Chrome no Downloads INFO.

Categorias

Tags

Comentários

///

Fãs

///