quinta-feira, 3 de setembro de 2009 - 20:47

O Google anda longe do Hemisfério Sul

Sabe por onde se espalham os escritórios do Google na África, nas Américas Central e do Sul e na Oceania? Por apenas quatro países.

A presença de Mountain View é bem rarefeita no Hemisfério Sul. Na home page que mostra as informações corporativas da empresa estão listados nada menos do que 68 escritórios do Google em várias pelo mundo. As Américas do Sul e Central, a África e a Oceania são as regiões que têm menos unidades: elas ficam no Brasil, na Argentina, no Egito e na Austrália. O resto dos continentes é um deserto.

Nos Estados Unidos e na Europa, o número de escritórios ultrapassa a casa das duas dezenas em cada uma das áreas. É até compreensível, uma vez que ali está uma grande parte do tráfego mundial da web. Mas não dá para entender por que dois continentes e meio foram completamente deixados de lado. Será que tantos países em desenvolvimento são tão irrelevantes para a internet que não merecem centros de desenvolvimento de software com funcionários inovadores?

Pensando um pouco, dá para concluir que a origem dessa questão geográfica está, claro, no dinheiro. O Google não escolheu os lugares que precisam de mais engenheiros de software para evoluir. Selecionou os países onde acredita que pode lucrar mais. Para os outros, ficam apenas algumas ações pontuais do Google.org.

Categorias

Tags

Comentários

///

Fãs

///