Use a linha de comando no Red Hat

Redação INFO 7 de janeiro de 2004
Como instalar pacotes no formato RPM no Linux da Red Hat usando a linha de comando

O pacote de instalação RPM também pode ser instalado pela linha de comando — alternativa considerada mais rápida pelos linuxistas experientes. Nesse caso, acompanhe abaixo a seqüência de operações.

1. Passe para o diretório onde está o arquivo RPM.

2. Digite o comando:

rpm –i

3. Para desinstalar, use o comando:

rpm –e

4. Para instalar versão mais nova de um programa já existente no sistema:

rpm –U

5. Em caso de dúvida, peça ajuda, digitando:

rpm --help

Atenção: no item 4, acima, o parâmetro –U deve ser digitado com a letra em maiúscula. No caso da ajuda (item 5), antecedem a palavra help dois sinais de menos (--help). A instalação de programas pelo padrão RPM tem pelo menos uma limitação: o pacote, de preferência, deve ter sido preparado exatamente para o seu Linux — ou seja, distribuição e versão (os locais de download dão essa indicação). Obviamente, é possível que você instale com sucesso, numa distribuição A, um RPM indicado para a distribuição B. Mas pode ser que não. Mesmo que a diferença seja apenas a versão do mesmo Linux, também é possível que a instalação dê chabu. Nesse caso, se você quer o programa e não encontra nenhum RPM para seu sistema, a alternativa é instalá-lo num pacote tar ou tar.gz.

>> Troque dicas e informações e esclareça dúvidas no Fórum INFO.
Dicas relacionadas:
Comentários

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Comente essa notícia

Use a linha de comando no Red Hat

7 de janeiro de 2004


O pacote de instalação RPM também pode ser instalado pela linha de comando — alternativa considerada mais rápida pelos linuxistas experientes. Nesse caso, acompanhe abaixo a seqüência de operações.

1. Passe para o diretório onde está o arquivo RPM.

2. Digite o comando:

rpm –i

3. Para desinstalar, use o comando:

rpm –e

4. Para instalar versão mais nova de um programa já existente no sistema:

rpm –U

5. Em caso de dúvida, peça ajuda, digitando:

rpm --help

Atenção: no item 4, acima, o parâmetro –U deve ser digitado com a letra em maiúscula. No caso da ajuda (item 5), antecedem a palavra help dois sinais de menos (--help). A instalação de programas pelo padrão RPM tem pelo menos uma limitação: o pacote, de preferência, deve ter sido preparado exatamente para o seu Linux — ou seja, distribuição e versão (os locais de download dão essa indicação). Obviamente, é possível que você instale com sucesso, numa distribuição A, um RPM indicado para a distribuição B. Mas pode ser que não. Mesmo que a diferença seja apenas a versão do mesmo Linux, também é possível que a instalação dê chabu. Nesse caso, se você quer o programa e não encontra nenhum RPM para seu sistema, a alternativa é instalá-lo num pacote tar ou tar.gz.

>> Troque dicas e informações e esclareça dúvidas no Fórum INFO.