Como deixar o Firefox mais leve e rápido?

por Juliano Barreto, da INFO
A- A+
   retweet
Sandy Skoglund
Como deixar o Firefox mais leve e rápido?

Mesmo sendo fã do Firefox desde tempos imemoriais, você anda irritado com a lerdeza no carregamento do browser e começa a pensar seriamente em migrar de vez para o Chrome? Calma. Não é para tanto. O browser da Mozilla ainda tem muito a oferecer. Basta dar um choque na raposa para ela acelerar. Veja como.

Gosto muito do Firefox. Mas, vamos encarar os fatos, há dias em que ele se arrasta. A culpa não é (só) do pessoal da Mozilla. É nossa também. Ninguém resiste a tentação de instalar montes de extensões e pouca gente perde tempo configurando as opções mais avançadas do navegador. Daqui para frente, alguns conselhos para mudar isso.

Dieta de plug-ins
Nem deveria começar falando o óbvio, mas, o primeiro passo para aliviar o Firefox é reduzir o número de add-ons ao máximo que conseguir. Existem três caminhos para praticar o desapego às extensões.

Primeiro, desinstalar as besteirinhas.

Segundo, desabilitar plugins pouco usados (Ferramentas-Complementos-Desativar).

Terceiro, criar perfis de usuário diferentes. Você pode criar um perfil com tudo desativado, com um Firefox redux, e outro perfil com todas as extensões que você tem direito. É só fechar o Firefox, e chamar o navegador por meio do Executar, do Menu Iniciar do Windows. Digite firefox.exe –ProfileManager. O gerenciador de perfis vai aparecer e você já pode criar um novo usuário.

Outra possibilidade é usar o Firefox Portable que, segundo uma lenda urbana, roda mais rápido do que o Firefox normal.

Ajustes finos
Digitando “about:config” na barra de endereços, você encontrará um novo mundo de opções de configuração para o Firefox. Para começar, altere o item network.http.pipelining.

Digite about:config e busque por network.http.pipelining. Em seguida, mude o status do item para True. Depois, busque por network.http.pipelining.maxrequests, abra o item e troque seu valor para 30. Volte ao network.http.pipelining e torne seu valor para False.

O próximo passo é mexer no network.dns.disableIPv6. Encontre-o e mude seu valor para falso. Faça o processo inverso com o item plugin.expose_full_path.

Agora, busque por network.protocol-handler.external.ms-help.
Clique com o botão-direito sobre ele e escolha Nova opção - Número Inteiro. Na caixa de diálogo que aparecerá, digite nglayout.initialpaint.delay e, em seguida, informe como valor o número zero.

Repetindo esse processo, crie outro Número Inteiro com o nome content.notify.backoffcount e informe 5 como valor. Para finalizar, crie mais um parâmetro, com o nome ui.submenuDelay e zero como valor. Basta reiniciar o Firefox para conferir os resultados.

Comentários
  • Mas afinal essas dicas realmente melhoram consideravelmente o desempenho do Firefox ou é apenas um pequeno ganho?
    enviado por: Fernando Mauro Pereira Barbosa em 13/05/2010 - 08:12
  • Juliano, segundo o link que passou, o network.http.pipelining.maxrequests não pode ser 30, mas sim algo entre 4 e 8. O mesmo é dito aqui: http://kb.mozillazine.org/Network.http.pipelining.maxrequests
    enviado por: Loli em 10/05/2010 - 18:46
  • Raphael, não coloquei todas as descrições para que o post não ficasser ainda maior do que já ficou. No Fórum da MozillaZine, há uma lista com a descrição de várias dessas chaves: http://forums.mozillazine.org/viewtopic.php?t=53650
    enviado por: Juliano Barreto em 10/05/2010 - 14:10
  • Dicas realmente interessantes. Só faltou dizer o que cada uma das alterações faz... Por exemplo a chave network.http.pipelining: sempre leio sobre ela em diversos fóruns, mas nunca havia lido que ela deveria voltar a ser False depois de alterar o network.http.pipelining.maxrequests.
    enviado por: Raphael Soares da Silva em 10/05/2010 - 13:22

Comente essa notícia